[1]
D. Dias Barros, “Da comunidade LGBT+ para as aulas de matemática: que interlocuções são possíveis? ”, RIPEM, vol. 11, nº 2, p. 91-104, mar. 2021.