Estudantes dos Anos Iniciais Refletindo Sobre Educação Financeira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.37001/ripem.v10i3.2685

Palavras-chave:

Educação Financeira. Anos iniciais do Ensino Fundamental. Conhecimento Discente. Sondagem.

Resumo

No presente artigo tivemos como objetivo sondar como estudantes do Ensino Fundamental refletem sobre atividades de Educação Financeira (EF). Para isso, elaboramos um teste com 12 situações que foram respondidas por estudantes de uma turma do 4º ano dos anos iniciais do Ensino Fundamental de uma escola de classe alta do município de Recife – PE. Percebemos que os estudantes participantes da presente pesquisa, ainda que não tenham uma discussão sistematizada em sala de aula, apresentaram compreensões sobre temáticas relacionadas à EF. Contudo, acreditamos ser importante trabalhar as temáticas aqui discutidas em diferentes momentos da escolarização, uma vez que se faz necessário trazer para a sala de aula a discussão sobre as diferentes situações de consumo que podemos experienciar ao longo de nossas vidas, buscando, assim, instrumentalizar os indivíduos em suas tomadas de decisão.

Referências

Augustinis, V., Costa, A. & Barros, D. (2012). Uma Análise Crítica do Discurso de Educação Financeira: por uma Educação para Além do Capital. Revista do Mestrado em Administração e Desenvolvimento Empresarial. Universidade Estácio de Sá – Rio de Janeiro, ano 12, v.16, n.3, p. 79-102.
Bauman, Z. (2008). Vida para Consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro: Ed Zahar.
Brasil. (2010) BRASIL: Implementando a Estratégia Nacional de Educação Financeira. Disponível em: <http://www.bcb.gov.br/pre/pef/port/Estrategia_Nacional_Educacao_Financeira_ENEF.pdf> Acesso em: 24 de agosto de 2015.
Brasil (2018). Base Nacional Comum Curricular. Secretaria de Educação Básica, Ministério da Educação. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 18 de janeiro de 2021.
Campos, M. (2012). Educação Financeira na Matemática do Ensino Fundamental: uma análise da produção de significados. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Juiz de Fora, Programa de Mestrado Profissional em Educação Matemática, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil.
Cecco, B. & Andreis, R. (2014). Uma abordagem de Educação Financeira nos anos inicias do Ensino Fundamental. Anais do XX Encontro Regional de Estudantes de Matemática da Região Sul- .XX EREMAT - Encontro Regional de Estudantes de Matemática da Região Sul. Fundação Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Bagé, Rio Grande do Sul, Brasil. 13-16 nov.
Dantas, L. (2017). Troca Educação financeira e consumo consciente: tarefas didáticas nos anos iniciais do ensino fundamental. Dissertação de Mestrado.Programa de Pós-graduação emEnsino das Ciências na Educação Básica – Universidade do Grande Rio “Prof. José de Souza Herdy”, Escola de Educação, Ciências, Letras, Artes e Humanidades. Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brasil.
Ignácio, P. (2007). Aprendendo a consumir com as três espiãs demais. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Luterana do Brasil - Canoas, Rio Grande do Sul, Brasil.
OCDE – Organisation de Coopération et de DeveloppementÉconomiques (2014). Projet d’educacionfinancière de l’ OCDE: contexte et miseenapplication. 2014. Disponível em: <http://www.oecd.org/document/23/0,3343,fr_2649_15251491_25713194_1_1_1_1,00.html> Acesso em 10 de novembro de 2014.

Muniz, I & Jurkiewicz, S. (2015). Uma leitura sobre a produção de conhecimentos matemáticos e financeiros por alunos do Ensino Médio no processo de tomada de decisão entre comprar ou alugar um imóvel. Boletim Gepem Online.
Pernambuco, Secretaria de Educação (2019). Parâmetros para a Educação Básica do Estado de Pernambuco – Parâmetros Curriculares de Matemática para o Ensino Fundamental e Médio. Pernambuco, Brasil.
Santos, L. (2017) Educação Financeira em livros didáticos de Matemática dos anos iniciais do Ensino Fundamental: quais as atividades sugeridas nos livros dos alunos e as orientações presentes nos manuais dos professores? Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica. Universidade Federal de Pernambuco – Recife.
Santos, L. & Pessoa, C. (2016). Educação Financeira na perspectiva da Educação Matemática Crítica: uma reflexão teórica à luz dos ambientes de aprendizagem de Ole Skovsmose. Boletim Online de Educação Matemática - Boem, 4(1), 23-45.
Sarlo, B. (2006). Cenas da vida pós-moderna: intelectuais, arte e vídeo-cultura na Argentina. Rio de Janeiro: Editora UFRJ.
Silva, A. & Powell, A. (2013). Um programa de Educação Financeira para a Matemática escolar da Educação Básica. Anais do XI Encontro Nacional de Educação Matemática – XI ENEM. XI Encontro Nacional de Educação Matemática - Curitiba, Paraná,Brasil.
Silva, I. (2017). Programa de Educação Financeira nas Escolas de Ensino Médio: Uma análise dos materiais propostos e sua relação com a matemática. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil.
Skovsmose, O. (2014). Um convite à educação matemática crítica. Campinas, SP: Papirus.’

Publicado

2020-09-01 — Atualizado em 2021-03-15

Versões

Como Citar

dos Santos, L. T. B., Assis, A. M. R. B. de ., Montenegro, J. A. ., & Pessoa, C. A. dos S. (2021). Estudantes dos Anos Iniciais Refletindo Sobre Educação Financeira. Revista Internacional De Pesquisa Em Educação Matemática, 10(3), 130-156. https://doi.org/10.37001/ripem.v10i3.2685 (Original work published 1º de setembro de 2020)

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##