Por que Insubordinação Criativa na Educação Matemática?

Autores

  • Maurício Rosa

DOI:

https://doi.org/10.37001/ripem.v9i3.2363

Palavras-chave:

Educação Matemática, Insubordinação Criativa, Criatividade

Referências

D ́AMBROSIO, U. A Educação Matemática e o Estado do Mundo: desafios. Em Aberto, Brasília, v. 27, n. 91, p. 157-169, jan./jun. 2014.

D'AMBROSIO, B. S.; LOPES, C. E. Insubordinação Criativa: um convite à reinvenção do educador matemático. Bolema, Rio Claro, v. 29, n. 51, p. 1-17, 2015. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S0103-636X2015000100002 &lng=en&nrm=iso> . Acesso em: 30 ago. 2017.

DE MASI, D. Criatividade e Grupos Criativos: descoberta e invenção. São Paulo, Sextante, 2005.

DICIO. Dicionário Online de Português. 7Graus, 2009. Disponível em: <https://marcosfabionuva.files.wordpress.com/2012/04/nicola-abbagnano-dicionario-de-filosofia.pdf>. Acesso em: 02 abr. 2020.

KRAFT, U. Unleashing creativity. Scientific American Mind, April, p.16-23, 2005.

Publicado

2019-09-01

Como Citar

Rosa, M. (2019). Por que Insubordinação Criativa na Educação Matemática?. Revista Internacional De Pesquisa Em Educação Matemática, 9(3), 1-4. https://doi.org/10.37001/ripem.v9i3.2363

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>