A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NA REGIÃO CENTRO-OESTE DO BRASIL FRENTE AS REFORMAS CURRICULARES: PERSPECTIVAS E DESAFIOS

Autores

  • Patrícia Sandalo Pereira
  • Gerson dos Santos Farias

DOI:

https://doi.org/10.37001/EMR-RS.v.2.n.22.2021.p.125-134

Resumo

Este artigo tem como objetivo suscitar possíveis reflexões acerca da formação de professores de Matemática frente às reformas curriculares dos cursos de Licenciatura em Matemática. Para isso, apoiamo-nos em uma abordagem qualitativa, a partir do mapeamento dos projetos pedagógicos dos cursos de licenciatura em Matemática da Região Centro-Oeste do Brasil, que foram atualizados à luz da Resolução CNE/CP 02/2015, no período de 2016 a 2019. Os dados foram obtidos a partir de uma pesquisa, vinculada à Sociedade Brasileira de Educação Matemática. O corpus foi composto pelos PPC de 14 cursos vinculados a seis instituições federais e uma estadual, referentes à distribuição das cargas horárias das disciplinas revisionais; de Matemática; de Educação e de Educação Matemática, apontando particularidades e singularidades. Como resultados, pudemos perceber que a formação de professores de Matemática ainda não conseguiu estabelecer um equilíbrio entre o conhecimento disciplinar específico e o conhecimento pedagógico em suas matrizes curriculares.

Publicado

2021-09-19

Como Citar

Pereira, P. S. ., & Farias, G. dos S. . (2021). A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NA REGIÃO CENTRO-OESTE DO BRASIL FRENTE AS REFORMAS CURRICULARES: PERSPECTIVAS E DESAFIOS. Educação Matemática Em Revista - RS, 2(22). https://doi.org/10.37001/EMR-RS.v.2.n.22.2021.p.125-134