PROPOSIÇÃO DE PROBLEMAS: POSSIBILIDADES DE APRENDIZAGEM NO ENSINO MÉDIO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.37001/EMR-RS.v.2n.21.2020.p.161-169

Palavras-chave:

Resolução de Problemas, Exploração de Problemas, Ensino de Matemática, Adição de Probabilidades.

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir como a interação do aluno na ação matemática, promovida pela Proposição de Problemas, pode contribuir no ensino-aprendizagem de Matemática. A pesquisa caracteriza-se como pedagógica, em que a professora titular da turma é a própria pesquisadora, e foi desenvolvida com alunos do 3º ano do ensino médio, de uma escola da rede estadual localizada na Paraíba. Nosso estudo apontou que a Proposição de Problemas pode colaborar no trabalho com a Resolução de Problemas, como já é discutido na literatura, e, no desenvolvimento do aluno como um todo, propiciando o aperfeiçoamento de diversas habilidades, como o pensamento matemático, a codificação e a descodificação de problemas, a criatividade e a leitura e escrita. Assim, concluímos que ao propor problemas, o aluno tem a possibilidade de se inserir no contexto, sendo ele o mundo físico ou não, e na ação matemática, tornando-a, dessa forma, mais significativa.

Referências

ANDRADE, C., ONUCHIC, L. R. Perspectivas para a Resolução de Problemas no GTERP. In: ONUCHIC, L. R., LEAL JUNIOR, L. C., PIRONEL, M. (Orgs). Perspectivas para resolução de problemas. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2017. p. 433-466.
ANDRADE, S. Um caminhar crítico reflexivo sobre Resolução, Exploração e Proposição de Problemas Matemáticos no Cotidiano da Sala de Aula. In: ONUCHIC, L. R., LEAL JUNIOR, L. C., PIRONEL, M. (Orgs). Perspectivas para resolução de problemas. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2017. p. 355-396.
ELLERTON, N. F.; SINGER, F. M.; CAI, J. Problem Posing in Mathematics: Reflecting on the Past, Energizing the Present, and Foreshadowing the Future. In: SINGER, F. M., ELLERTON, N. F., CAI, J. (Orgs.) Mathematical Problem Posing: from Research to Effective Practice. New York: Springer, 2015. p. 547-556.
KILPATRICK, J. Reformulando: abordando a resolução de problemas matemáticos como investigação. In: ONUCHIC, L. R., LEAL JUNIOR, L. C., PIRONEL, M. (Orgs). Perspectivas para resolução de problemas. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2017. p. 163-188.
LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M. Pesquisa pedagógica: do projeto à implementação. Porto Alegre: Artmed. 2008.
AUTOR. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX. 2019.
PAIVA, M. Matemática: Paiva. 3. Ed. São Paulo: Moderna. 2015
PENTEADO, M. G. Possibilidades para a formação de professores de matemática. In: PENTEADO, M. G.; BORBA, M. B. (Orgs.). A informática em ação: formação de professores, pesquisa e extensão. São Paulo: Olho d’Água, 2000. p. 23.34.
POLYA, G. How to solve it. Princeton, New Jersey: Princeton University Press. 1945.
SILVER, E. A. On Mathematical Problem Posing. For the Learning of Mathematics. New Westminster, v. 14, n. 1, p. 19-28, feb. 1994.
SINGER, F. M; ELLERTON, N. F.; CAI, J. Problem-posing research in mathematics education: new questions and directions. Educational Studies in Mathematics An International Journal. New York, v. 82, n. 3, p. 1-7, mar. 2013.
SKOVSMOSE, O. Desafios da reflexão em educação matemática crítica. Tradução: Orlando Andrade Figueiredo, Jonei Cerqueira Barbosa – Campinas, SP: Papirus, 2008. Coleção Perspectivas em Educação Matemática.

Publicado

2020-11-09

Como Citar

Martins, F. da C. (2020). PROPOSIÇÃO DE PROBLEMAS: POSSIBILIDADES DE APRENDIZAGEM NO ENSINO MÉDIO. Educação Matemática Em Revista - RS, 2(21). https://doi.org/10.37001/EMR-RS.v.2n.21.2020.p.161-169